Toxina botulínica: possíveis aplicações além dos músculos faciais

Toxina botulínica: possíveis aplicações além dos músculos faciais

Você já ouviu falar de Toxina Botulínica, não é? O uso da Toxina Botulínica tipo A para fins estéticos, como tratamento das rugas da face, já é bem conhecido. Ela promove um relaxamento temporário dos músculos tratados o que suaviza as rugas e linhas de expressão. É geralmente aplicado na testa, entre as sobrancelhas e nos pés de galinha. Este é um procedimento simples que pode ser realizado em homens e mulheres.

Mas você sabia que ela pode ser aplicada em regiões além do rosto?

Onde a toxina botulínica pode ser aplicada?

Esta substância também pode ser utilizada nas rugas de regiões como pescoço e queixo. Existem controvérsias quanto à aplicação do produto na região dos lábios por esta se tratar de uma área de muito movimento.

Ela também possui usos terapêuticos como no tratamento da hiperidrose sendo aplicada nas axilas, nas mãos e nos pés. A transpiração excessiva pode afetar a maneira como as pessoas se relacionam pessoal e profissionalmente. Sendo assim, a aplicação da toxina botulínica controla a transpiração e oferece alívio aos pacientes.

Além destes, a Anvisa permite o tratamento em casos de espasmo da pálpebra e contrações involuntárias dos músculos da face. Também é indicado o uso para reverter quadros de paralisia facial e dor de cabeça crônica.

Como a toxina botulínica funciona?

Esta substância bloqueia a liberação do neurotransmissor acetilcolina nos receptores das junções neuromusculares, impedindo a contração muscular. Como resultado, ocorre relaxamento ou paralisia temporária dos músculos, suavizando rugas e linhas de expressão.

Quando aplicada no pescoço, esta toxina relaxa o músculo da região, o platisma. Conferindo uma aparência mais lisa e firme à pele desta área. No queixo podem aparecer algumas ruguinhas quando falamos ou sorrimos. Essas podem ser tratadas com apenas dois pontos de aplicação da toxina.

No combate à hiperidrose axilar, a toxina age produzindo desnervação química da glândula e cessação temporária da sudorese excessiva. É um tratamento de fácil realização, podendo ser aplicado com anestesia tópica. Nas hiperidroses palmar e plantar pode ser feita anestesia loco regional e sedação.

Em casos de paralisia facial, a toxina botulínica é aplicada no lado que não paralisado. A intenção é limitar suas expressões e manter uma harmonia com o lado afetado. A terapia no tratamento de dores de cabeça depende da origem da dor e deve ser analisada por um neurologista previamente.

De quanto em quanto tempo devo aplicar a toxina botulínica?

O tempo de ação do produto varia de acordo com cada organismo. Isso acontece porque o efeito é temporário, pois o corpo produz novos receptores do neurotransmissor e o músculo volta a receber as informações para contrair. Isso ocorre gradualmente geralmente iniciando por volta do terceiro mês da aplicação. De modo geral, para manter os resultados desejados, as aplicações ocorrem dentro de intervalos de quatro a seis meses.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.